Crianças diferentes com festa diferente (vídeo)

0
188


A Associação Criança Diferente, no Monte Penedo em Milheirós, esteve em festa no passado sábado. Foi a primeira vez que esta associação levou a cabo a Festa da Primavera, dirigida a todos os utentes e pais da Criança Diferente.

Como a Primavera é um tempo em que se “pretende renovação, alegria e cor”, a festa transitou do final do ano escolar para datas mais cedo no calendário. A razão é simples, e recordada por Clarisse Monteiro, presidente da instituição: “Na Festa de Verão, nós víamos que havia pouca participação das famílias porque muitas já estavam em tempo de férias, e nesta altura, para além da Festa do Natal, apostamos nesta Festa da Primavera” que parece ter resultado. Pelo menos os lugares sentados estavam todos ocupados. Algo a que não é alheio “o muito empenho” com que a festividade foi preparada, revela Clarisse Monteiro.

“União”

É a palavra-chave que Clarisse Monteiro defende entre as famílias e as crianças (e jovens) que frequentam a instituição. “As famílias são o nosso parceiro privilegiado e os meninos precisam que os pais venham à escola para verem o que eles são capazes de fazer”. E como se trata de um espaço que recebe crianças portadoras de deficiência mental, “é importante que as famílias vejam do que eles são capazes e que os mais pequenos também tenham o reconhecimento devido da família”, esclarece Clarisse Monteiro. Mesmo assim, a responsável não consegue travar alguma tristeza nas palavras, quando diz sentir “que as famílias não são as primeiras ou nem sequer vêm bater palmas” aos jovens. Algo que “dói” mais quando o empenho colocado em festas como a da primavera é “elevado”, e “custa sentir que a receptividade ainda não é muita. É uma pena”, desabafa Clarisse Monteiro.

A apresentação da festa coube à fada Primavera. Seguiu-se uma lenga-lenga sobre flores, que antecedeu uma peça de teatro, de nome “Vai Lavar a Roupa Suja” e outra peça chamada “Eu sou Capaz, Vejam”. A tarde terminou com um lanche servido aos mais pequenos e aos pais.

Pedro Póvoas