Cruz Vermelha da Maia e da Póvoa de Varzim com candidatura conjunta

0
796
José Ferreira (Cruz Vermelha) e Silva Tiago (presidente da Câmara Maia)

As delegações da Cruz Vermelha da Maia e da Póvoa de Varzim deram as mãos para se apresentarem em conjunto numa candidatura para gabinetes de apoio à vítima.

O concurso é promovido pelo Estado, que prevê verbas para gabinetes de apoio a vítimas de violência doméstica.

O atendimento e apoio especializado a vítimas de violência doméstica vai ter um reforço de 902 mil euros a nível nacional, com um concurso lançado pelo governo a 22 de janeiro para alargar a cobertura nacional de estruturas de apoio.

As candidaturas podem ser apresentadas até dia 6 de março. São abertas a entidades públicas ou privadas (como ONG, [organizações não-governamentais] CIMs [comunidades intermunicipais], IPSSs [instituições particulares de solidariedade social] ou municípios do Norte, Centro e Alentejo”, lê-se num comunicado do gabinete da ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva.

Na página oficial da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, refere-se que a dotação de quase um milhão de euros afeta ao concurso tem “uma meta de realização de 2.135 atendimentos”.

As duas delegações da Cruz Vermelha, Maia e Póvoa de Varzim, já possuem gabinetes de apoio às vítimas de violência, seja de que género for. Mas para melhorar este atendimento, e com enfoque específico nas vítimas de violência doméstica, o representante da delegação maiata adiantou ao Primeira Mão que as duas delegações resolveram unir-se para apresentar uma candidatura maior consistência e com mais hipóteses de aprovação.

Esta candidatura tem em vista a cobertura de três concelhos: Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Maia. O território de Vila do Conde será dividido pelas duas delegações nos extremos deste território, que na totalidade constituirá um público-alvo de cerca de 278 mil habitantes.

Além dos gabinetes fixos já existentes e com possibilidade de melhoria, nomeadamente no reforço de recursos humanos especializados, a candidatura prevê também o atendimento itinerante.