DGS atualizou normas para funerais de vítimas de Covid19

0
300
foto Miguel A. Lopes LUSA

A Direção Geral da Saúde atualizou as normais para a realização de funerais de pacientes com covid-19. Mantém-se a regra sobre o reconhecimento do corpo por um familiar e abre-se a possibilidade de ver o corpo, durante a cerimónia fúnebre.

“Para a cerimónia fúnebre/funeral, o caixão deve preferencialmente manter-se fechado, mas caso seja esse o desejo da família, e houver condições, pode permitir-se a visualização do corpo, desde que rápida, a pelo menos 1 metro de distância. A visualização do corpo pode também ser conseguida através de caixões com visor. Em qualquer uma das situações, não é permitido tocar no corpo ou no caixão”, pode ler-se num comunicado da DGS.

Recorde-se que não é permitida a realização de velórios em pacientes covid-19 e que na realização do funeral todos os presentes, incluindo o pessoal religioso e funerário, devem usar máscara de proteção.

A DGS aconselha ainda que “as pessoas dos grupos mais vulneráveis, tais como idosos, doentes crónicos, doentes imunodeprimidos e grávidas, assim como as pessoas com sintomas respiratórios agudos não devem participar em funerais”.