Encontro Europeu de Auto-Avaliação das Escolas arranca na Maia

0
163

O I Encontro Europeu de Auto-Avaliação das Escolas decorreu em Junho, na Maia, e teve início com uma recepção aos professores envolvido nesta iniciativa, na Sala D. Pedro IV do edifício dos Paços do Concelho, na Câmara Municipal da Maia.

Nesta recepção, para além do presidente da câmara local, Bragança Fernandes, estiveram também presentes os professores das escolas maiatas envolvidas no projecto, bem como os 15 professores estrangeiros representantes de nove países europeus (Alemanha, Bulgária, Dinamarca, Eslovénia, Estónia, Itália, Polónia, Roménia e Turquia).

Veja o vídeo:

 

Este Encontro Europeu de Auto-Avaliação das Escolas serve para apresentar as conclusões de uma avaliação que foi efectuada, através dos mesmos parâmetros, a todas as escolas do concelho da Maia.

Paula Romão, presidente do Conselho Executivo da Escola Secundária do Castelo da Maia, explicou como nasceu este projecto: “A nossa escola lançou o repto à autarquia para que todas as escolas to concelho da Maia partilhassem um projecto único de auto-avaliação para podermos, não só ter conhecimento individual de cada uma das escolas, mas também para que a autarquia tivesse um conhecimento global de todas as escolas. Nesse sentido a Câmara, através do Conselho Municipal, aceitou o repto, financiou esta actividade que se chama PRISMA e, como tal, há um ano que todas as escolas do concelho da Maia vêm desenvolvendo trabalho interno no sentido de fazermos o ponto da situação, que basicamente é identificarmos onde estamos, para onde pretendemos ir e o que precisamos de fazer para lá conseguirmos chegar”.

Mário Lopes, assessor do Conselho Executivo da Escola Secundária do Castelo da Maia, justificou a presença dos 15 professores estrangeiros: “Nós candidatámo-nos à organização desta visita de estudo no início de 2008. É um tema atractivo e que está em discussão não só em Portugal, mas por toda a Europa. Daí que, a pouco e pouco, várias pessoas que foram-se juntando ao grupo, fomos comunicando ao longo destes meses e cá estão eles a ver se aprendem alguma coisa connosco, e nós com eles evidentemente”.

Assim, durante esta semana, concluindo hoje, os professores debateram estas ideias, num encontro que serviu também para a partilha de experiências entre os países representados.