“Era uma vez a Terra” na Maia

0
80

A Maia é um dos municípios envolvidos no concurso “Planeta Terra”, uma iniciativa do Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto (AMP), enquanto concelho membro da comissão de acompanhamento. A colaborar estão a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e ainda a Comissão Nacional da UNESCO.

Foi exactamente a UNESCO e a União Internacional de Ciências Geográficas que, em Novembro do ano passado, lançaram o desafio no âmbito da Década da Terra 2010-2020. Além disso, 2010 é o Ano Internacional do Planeta Terra. O conceito visa, essencialmente, aproximar os cidadãos das Ciências da Terra e promover o potencial dos geo-cientistas em áreas como as Águas Subterrâneas, os Riscos Naturais, a Terra e a Saúde, as Mudanças Climáticas, os Recursos Naturais, as Megacidades, o Interior da Terra, os Oceanos, os Solos e ainda a Terra e a Vida.

Do desafio saiu a organização da exposição itinerante denominada “Era uma vez a Terra”. Durante este primeiro semestre do ano, está a percorrer alguns municípios da AMP, passando pela Maia entre 3 e 17 de Maio, mais precisamente pelo Complexo de Educação Ambiental da Quinta da Gruta. Para o dia da inauguração, 3 de Maio, está pensada a realização de uma conferência, faltando apenas definir o (s) tema (s) a abordar e os oradores.

A mostra é composta por 24 expositores que abordam as temáticas acima referidas, “com uma parte de texto e uma parte de foto, para sensibilizar para estas temáticas”, adianta Susana Pinho, da Secção de Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Quinta da Gruta. A mostra só fica completa com três vídeos sobre os mesmos temas. Importa ainda referir que o visitante não irá percorrer a exposição sozinho. Para que a mensagem passe para a comunidade em geral, as visitas serão guiadas, de forma a fornecer as informações adicionais necessárias. Sem esquecer as escolas, que “são, e serão sempre, um público de eleição”, reconhece Susana Pinho.

Como complemento da exposição surge o concurso “Planeta Terra”, a decorrer desde 4 de Janeiro, destinado a alunos dos 2º e 3º ciclos do ensino básico, mas a que não aderiram todos os municípios. Não é o caso da Maia, que até faz parte da comissão organizadora do concurso. Já foi dado conhecimento do regulamento às escolas EB 2,3 do concelho, que têm até 4 de Fevereiro para fazerem a pré-inscrição no concurso. Até quarta-feira, apenas a EB 2,3 da Maia já tinha manifestado o interesse.

As escolas são desafiadas à pesquisa, aprendizagem, compreensão e reflexão sobre as temáticas associadas ao funcionamento do Planeta Terra e respectivo impacto humano. Os trabalhos concorrentes – elaborados por grupos de quatro elementos supervisionados por um professor – poderão ser de desenho / pintura, criação plástica, texto ou audiovisual e devem ser entregues no Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto (ou enviados pelo correio) até ao dia 4 de Junho.

Os vencedores serão conhecidos a 4 de Julho, data de encerramento da exposição “Era uma vez a Terra”, na Trofa. O grupo vencedor será contemplado com uma visita de estudo a uma área protegida. Quanto aos restantes finalistas, serão premiados com livros e jogos.

Marta Costa