Escoteiros de Vila Nova da Telha no Acampamento Mundial de Escoteiros

0
269

Cinco elementos do Grupo 235, de Vila Nova da Telha, foram os representantes maiatos no 22º Jamboree Mundial de Escoteiros, realizado na Suécia, de 27 de Julho a 7 de Agosto. Uma área equivalente a 800 campos de futebol e 40.061 escoteiros de 146 países foi o cenário encontrado pelos escoteiros de Vila Nova da Telha nesta sua primeira participação em actividades internacionais.
Ao longo dos 12 dias de acampamento, os jovens tiveram à sua disposição centenas de propostas educativas, desde actividades técnicas, propostas culturais, debates, etc. Regina Torre, uma jovem de 14 anos do Grupo de Escoteiros de Vila Nova da Telha, foi a ‘enviada especial’ de PRIMEIRA MÃO ao 22º Jamboree Mundial de Escoteiros. Este é o seu relato…

“Depois do Jamboree Mundial ter acabado, posso descrever um pouco daquilo que mais me entusiasmou nesta grande aventura. Posso falar-vos da linda e marcante cerimónia de abertura que decorreu na Arena do Jamboree, onde pude ver o Bear Grylls ao vivo e a cores, onde assisti à passagem de todas as bandeiras dos países presentes no Jamboree, e a emoção de ver passar a bandeira de Portugal. Este foi o meu primeiro grande momento deste Jamboree Mundial.
Na manhã do dia seguinte, claro, entusiasmada para começar as actividades, a minha primeira actividade foi o “Earth” onde aprendi a respeitar melhor o solo e o vento.

De todas as actividades que realizei, houve duas que me marcaram muito, essas foram o “GDV” (Aldeia Global do Desenvolvimento), onde fui desafiada a montar uma tenda de olhos vendados, que foi sem dúvida uma grande descoberta e também um grande desafio pois nunca me tinha deparado com este problema, e a outra foi o “Camp in Camp ” um dia passado fora do espaço do Jamboree, onde convivi de perto com escoteiros escandinavos mais novos que não tinham idade para participar no Jamboree. Mas o melhor de todos os dias foi o dia da Lusofonia onde pude ver e conviver com gente dos outros países que falam Português e também pude assistir às danças tradicionais desses países.

E quando dei por mim, já estava na Cerimónia de Encerramento, chovia torrencialmente mas, mesmo assim, todos permanecemos a assistir à despedida da melhor aventura das nossas vidas”.
De facto, a festa de encerramento foi fustigada por chuva intensa mas, nem por isso, foi menos animada. O Rei Carlos Gustavo XVI da Suécia, ele próprio escoteiro, esteve vários dias em campo participando em actividades, tomando o pequeno-almoço no meio dos jovens e protagonizando mesmo o momento alto da festa de encerramento quando, envergando o seu uniforme de escoteiro, subiu ao palco para desafiar jovens e adultos para o acompanharem numa animação escotista típica de acampamento.

O Jamboree Mundial é um evento que se repete de 4 em 4 anos, destinado a jovens escoteiros com idades compreendidas entre os 14 e 18 anos. Os dirigentes do Grupo de Vila Nova da Telha estavam integrados na Chefia do Contingente de Portugal, tendo participado em todos os pormenores de preparação ao longo dos últimos dois anos. Para que tudo decorra com normalidade, milhares de adultos voluntários asseguram todos os serviços normais de uma cidade, desde serviços médicos, distribuição de alimentos, actividades diversas, debates, e até serviço de correio e emissão de rádio e TV em canais próprios. O próximo realizar-se-á em 2015 no Japão.