Está lançada a base operacional da Ryanair no Porto

0
163

A companhia aérea Ryanair apresentou esta quinta-feira, oficialmente, a sua primeira Base de Operações, em Portugal. É a 33ª europeia e vai ficar instalada no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, em Pedras Rubras. De acordo com o presidente da companhia irlandesa de low cost, Michael O’Leary, esta medida vai possibilitar a criação de dois mil empregos na região. “É mais uma prova das oportunidades que a adesão à União Europeia trouxe para as companhias irlandesas que neste momento operam por toda a Europa”, referiu.

A cerimónia teve lugar na estrutura aeroportuária e contou com a presença do primeiro ministro, José Sócrates, dos ministros da Economia e Inovação e Transportes e Comunicações, Teixeira dos Santos e Mário Lino, respectivamente, do presidente da empresa irlandesa, Michael O’Leary, do presidente da ANA Aeroportos de Portugal, Guilhermino Rodrigues e do director do aeroporto Francisco Sá Carneiro, Fernando Vieira.

Michael O’Leary chegou a Pedras Rubras num avião da companhia a fazer campanha para que a Irlanda vote sim ao Tratado de Lisboa e saiu do avião trazendo consigo uma bandeira da União Europeia, com a qual fez questão de ser fotografado, juntamente com José Sócrates. "É com gosto que nos associamos à campanha que a Ryanair está a fazer na Irlanda para que os irlandeses votem sim à Europa no próximo referendo", salientou o primeiro ministro. “O que precisamos é de um voto no futuro, um voto com confiança e um voto na Europa”.

José Sócrates considerou que esta primeira base da Ryanair em Portugal é “importante para a economia regional e para o turismo, que é um dos sectores mais importantes para a economia portuguesa”. E é importante também “porque expressa confiança na economia portuguesa e porque contribui para infraestruturas modernas e competitivas como é o caso do Aeroporto Sá Carneiro”.

A Ryanair prevê transportar 67 milhões de passageiros no corrente ano, dos quais 1,5 milhões de / e para o Porto. Com dez novas rotas, uma delas doméstica, entre o Porto e Faro, a companhia irlandesa, que iniciou ontem as operações da base no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, vai investir na infra-estrutura cerca de 210 milhões de dólares.

A companhia lançou recentemente dez novas rotas a partir do Porto, nomeadamente Las Palmas, Tenerife Sul, Dusseldorf, Baden, Faro, que vai operar a partir de Outubro, Basileia, Eindhoven, Tours, St. Etienne e Lille. Assim, no total, são 22 os destinos disponíveis, sendo que Londres, Madrid, Paris, Milão e Frankfurt são dos mais procurados.

Isabel Fernandes Moreira