Excesso de lixo e abusos no estacionamento

0
281
- Publicidade -

Quem vive na Travessa e Rua D. João IV, artérias centrais na Maia, está descontente com a pressão que é exercida com a deposição de lixo pela restauração e alguns munícipes menos cuidadosos, a par do desrespeito, com alguns condutores a invadirem passeios para aparcar a sua viatura, de forma frequente.

Um dos moradores que fez chegar ao Primeira Mão o seu descontentamento dá conta de que estes locais possuem poucos contentores para a quantidade de lixo que é deixada no exterior: “Aos fins de semana, é uma autêntica lixeira a céu aberto”.

Por outro lado, explica que “a colocação de cubos graníticos foi a única forma encontrada, para os automóveis aí não estacionarem”. Mas nas áreas onde esses cubos ainda não foram colocados é frequente, segundo este morador, os automóveis estacionarem em cima do passeio.

Diz este morador que é um verdadeiro “flagelo a falta de civismo que impera neste local”. Por isso mesmo, este maiato já enviou nota desta situação aos serviços camarários por email e também já deixou a sua reclamação pessoalmente junto da receção da Câmara Municipal, no entanto, está pouco satisfeito com o que diz pouco ou nada ter sido feito para reverter este estado de coisas.

O Primeira Mão contribui assim para a “chamada de atenção” quanto a este problema, que foi apresentado por este leitor e morador no centro da cidade da Maia. Alerta que se dirige não só às entidades camarárias, como também a todos os cidadãos/munícipes, que têm a sua quota parte de responsabilidade no zelo do espaço urbano comum.

- Publicidade -