Família Lage doou ao município imóveis avaliados em mais de meio milhão de euros

0
406

Os prédios doados estão avaliados em 546 mil euros. Os dois imóveis localizados em Parada, na freguesia de Águas Santas, foram doados por Maria Manuela Nogueira Lage à Câmara Municipal da Maia.

Um dos prédios doados é constituído pelos designados Moinhos do Lage, sobranceiros ao rio Leça, para aproveitamento da força motriz da água para moagem de cereais. Hoje desativados dessa função industrial, os moinhos estão ligados à génese e história do atual conglomerado industrial maiato que é a Cerealis.

Dada a sua localização nas margens do rio Leça e o enorme potencial do moinhos, é intenção da Câmara Municipal da Maia recuperá-los e integrá-los no futuro Corredor Verde do Leça.

O outro imóvel doado é um prédio rústico com 7.146 m2, adjacente ao designado Palacete do Lage, na Rua Manuel Gonçalves Lage, em Parada, que já havia sido anteriormente doado ao Município pela família. Esta doação amplia assim a capacidade do palacete para receber o equipamento social, que para lá está projetado.