Feira das Oportunidades 2010 com balanço “bastante positivo” (vídeo)

0
267

A quinta edição da Feira das Oportunidades terminou no passado sábado, dia 22 de Maio. Agora, e em tempo de rescaldo, é altura de olhar para trás e considerar que este ano teve um balanço “bastante positivo”. São palavras do vereador da Juventude da Câmara Municipal da Maia, Hernâni Ribeiro, responsável pela pasta que está encarregue do certame. Em linhas gerais, houve mais visitantes a passar pelo Parque Central da Maia nos passados dias 20, 21 e 22 de Maio.

Muitos estudantes da Maia passaram pela feira no âmbito de muitas visitas de estudo organizadas pelas escolas, mas este ano o acréscimo do número de visitantes não “veio de camioneta”: “Em relação aos visitantes que vão esporadicamente e por sua iniciativa à feira houve um acréscimo significativo”, revela Hernâni Ribeiro, para quem este escalar no número de visitas representa “a forte implementação que esta iniciativa já tem, não só a nível do concelho mas também a nível metropolitano”. A Feira das Oportunidades está, segundo o vereador da juventude, a estender a área de influência para fora das fronteiras da Maia. “Recebemos visitantes de vários pontos da Área Metropolitana do Porto”, revela.

A Feira das Oportunidades realiza-se pelo quinto ano consecutivo e continua a ser uma mostra dirigida à população mais jovem não só da Maia, mas também do Grande Porto. O objectivo manteve-se o mesmo: “Concentrar no mesmo espaço várias instituições com pessoas que possam prestar esclarecimentos aos mais novos, de uma forma mais rápida”, em contraponto com uma simples consulta na internet à página das instituições, finaliza Hernâni Ribeiro.

Como nos anos anteriores, a Feira das Oportunidades organizou, em paralelo com os stands das instituições, um programa de animação diurna e nocturna. Houve concertos e a apresentação de grupos de danças urbanas da Maia, entre outras actividades. Em paralelo decorreu também a quarta edição da Mostra Social da Maia, que este ano foi dedicada ao “Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social”.

Pedro Póvoas