Festa da castanha coloriu Quinta da Gruta

0
182

Por esta altura do ano, é costume o Verão de São Martinho dar um ar da sua graça. Este ano o veraneio fora de calendário ainda não apareceu, mas as castanhas, essas, não faltaram à chamada. É assim em todo o lado e a Quinta da Gruta não foi excepção. Durante a manhã da passada quarta-feira, dia de São Martinho, mais de 250 crianças do primeiro ciclo do ensino básico do concelho marcaram presença no Complexo Ambiental da Quinta da Gruta.

Pinturas faciais, ateliês de jardinagem, culinária, insufláveis e castanhas. Muitas castanhas. Tudo debaixo do olhar do eco-conselheiro da Quinta da Gruta, Hugo Silva. Para o responsável, esta festa da castanha é uma maneira de dar um colorido lúdico à educação no concelho da Maia. "Muito divertimento à mistura" para tornar mais interessantes as actividades levadas a cabo na Quinta da Gruta. O São Martinho não é caso único e é habitual o Complexo Ambiental da quinta maiata assinalar datas como o Dia do Ambiente ou o Dia da Energia. A festa da castanha é diferente. O carácter lúdico ganha força, mas sempre sem esquecer a função educativa do Complexo Ambiental. Mas não é uma prioridade. Para Hugo Silva, esta festa da castanha é "uma forma de reunir várias escolas do concelho, ter actividades educativas mas, acima de tudo, queremos tornar esta actividade numa festa".

E porque a chuva deu tréguas, contrariando as previsões, as actividades ao ar livre também se iam desenrolando. Foi assim possível aos mais pequenos visitar os animais da Quinta da Gruta, assim como ver de que forma é feito o cultivo da castanheira.

Depois da barriga cheia de castanhas, tempo para as fábulas e o teatro dos mais pequenos. O pano subiu e mostrou a "Árvore Generosa", nome da peça que teve lugar no Hall palacete da Quinta da Gruta. A fábula "A Aventura da Castanha e do Medronho" subiu ao palco do primeiro andar do Hall palacete.