Fico Cables suspende a produção durante oito dias

0
202

A partir de hoje, é suspensa a produção na Fico Cables – Fábrica de Acessórios e Equipamentos Industriais para a indústria automóvel. A produção nesta unidade instalada na Maia só é retomada a 5 de Janeiro. É uma espécie de antecipação das férias do Natal, com a produção suspensa por oito dias.

As negociações entre a administração e o Sindicato Nacional da Indústria e da Energia (Sindel) terminaram ontem à noite. A maioria dos trabalhadores aceitou a criação de um banco de horas, apesar de alguns receios de despedimentos ou mesmo de a fábrica fechar as portas.

Ouça as declarações do delegado sindical do Sindel,  António Marques:

[audio:SINDEL_FICO.mp3]

Cerca de meia centena de trabalhadores foi mesmo dispensada, mas são trabalhadores temporários, numa decisão justificada com as quebras na produção. Ainda assim, António Marques acredita que alguns poderão regressar à Fico Cables:

Ouça as declarações de António Marques:

[audio:TT_SINDEL.mp3]

Opinião diferente tem o PCP. Nas vésperas da apresentação do plano do Governo de apoio ao sector automóvel, a Organização Regional do Porto do PCP emitiu um comunicado a denunciar a situação que se vive na Fico Cables. Nesse documento, acusam a empresa de ter despedido cerca de 80 trabalhadores com contratos precários, “não cumprindo a lei com estes mesmo trabalhadores”.

Primeira Mão tentou uma reacção da Fico Cables, mas até ao momento não houve qualquer comentário por parte da administração.