Funcionários de creches e IPSS da Maia esperaram horas para fazer rastreio à Covid19

0
498
imagem Porto Canal
- Publicidade -

Os funcionários de creches e de IPSS da Maia tiveram que esperar horas ao relento da noite para realizarem o rastreio à Covid19.

Centenas de pessoas foram informadas pela Segurança Social para realizarem os testes entre as 17h30 e as 20h00, mas de acordo com alguns dos convocados para o rastreio houve atraso na chegada dos técnicos responsáveis pela realização dos testes, que só terão chegado às 18h30.

Depois da hora marcada para os testes, ainda havia muita gente na rua a aguardar a sua vez.

As pessoas queixavam-se de falta de organização por o rastreio ter sido marcado com pouca antecedência, para depois de um dia de trabalho e para o mesmo dia com uma janela horária reduzida.

As funcionários das creches e IPSS da Maia referiram numa reportagem ao Porto Canal que estavam cansadas depois de um dia de trabalho para esperarem tanto tempo ao frio e que os testes deveriam ter sido marcados em dois ou três dias diferentes.

- Publicidade -