Gangue de maiatos condenado em Valença

0
149

O Tribunal Judicial de Valença condenou ontem a penas entre os 20 e os 24 anos e meio de prisão quatro dos elementos do “gangue do McDonalds” envolvidos no homicídio de um gasolineiro naquele concelho. Deste grupo de quatro elementos, dois foram condenados a 20 anos, outro a 24 e um quarto a 24 anos e meio de prisão.

O gangue integrava ainda mais dois elementos, que foram condenados a 13 e a sete anos e seis meses de cadeia.

O autor dos disparos fatais foi ainda condenado a pagar uma indemnização de 110 mil euros à mãe do gasolineiro.

Além do homicídio, os elementos do gangue foram também condenados por cerca de três dezenas de crimes de roubo praticados um pouco por toda a região Norte.

O gangue tinha base na zona da Maia, de onde são oriundos cinco dos seus elementos.