A apreensão aconteceu, na terça-feira, na Autoestrada 41 (A41). Está avaliada em 26 mil euros.

De acordo com a GNR, estes cigarros sem estampilha representam um prejuízo para o Estado, em sede de Imposto sobre o Tabaco e IVA, de aproximadamente 21 mil euros.

A GNR refere em comunicado que “foram ainda identificados dois condutores” e “elaborados dois autos de contraordenação por introdução irregular no consumo”.

A operação contou com o reforço do Destacamento de Ação Conjunta do Porto, da Unidade Nacional de Trânsito, acrescenta a GNR.