Gondim volta a ter dois parques infantis

0
158

Em Gondim, está reposta a normalidade no que diz respeito a parques infantis. No passado, eram dois espaços para os mais pequenos, mas foram encerrados por falta de condições de segurança. Depois de um período de privação, foi inaugurado, já este ano, um novo parque infantil, bem perto da junta de freguesia de Gondim. Agora é a vez do lugar de Porto Bom, a zona mais povoada da freguesia. Para substituir um parque que existia no mesmo local, foi inaugurado, no passado sábado, aquele que é o segundo local de diversão para os gondinenses de palmo e meio. Mais uma razão para festejar, já que a freguesia de Gondim esteve engalanada até à passada segunda-feira para receber as festas em honra do Divino Salvador.

 

O presidente da Junta de Freguesia de Gondim, Fernando Ferreira, disse que o lugar de Porto Bom já merecia a obra há muito tempo, num local onde já tinha existido um "mini-parque" que foi encerrado, à semelhança do que existia perto da junta, por falta de condições de segurança. "Quando entrei para a Junta de Freguesia, um dos pontos do meu programa era precisamente reabilitar este parque", revelou Fernando Ferreira. O responsável pelos destinos da freguesia adianta também ter a intenção de "reabilitar todo o espaço envolvente" ao novo parque infantil.

Embora o presidente da autarquia maiata, Bragança Fernandes, tenha classificado a obra como "uma parceria entre a Junta e a Câmara Municipal", foi uma intervenção totalmente custeada pela junta de freguesia de Gondim. E quem o diz é Fernando Ferreira, ao adiantar que "a Junta de Freguesia suportou todo – e repito – todo o custo da obra". Fernando Ferreira continua à espera da ajuda da Câmara Municipal, mas mostra-se compreensivo, apesar da promessa de Bragança Fernandes, que se disponibilizou para ajudar no custeamento da obra, mas o dinheiro ainda não chegou à Junta de Freguesia de Gondim. "Até ao momento não o fez, mas também estamos numa altura de férias e de abrandamento, percebo perfeitamente, não tenho problema nenhum", disse Fernando Ferreira, em tom tolerante. "Vamos ficar a aguardar", acrescentou.

Ainda sem a verba prometida, Fernando Ferreira pede também um tratamento sem discriminação para a freguesia de Gondim por parte da autarquia da Maia, apesar do tamanho reduzido da freguesia, uma das mais pequenas do concelho. Revelou também o desejo de ver nascer em Gondim uma nova casa para a Junta de Freguesia ou, pelo menos, a remodelação da actual. Admitiu que Gondim é uma freguesia pequena, mas "no entanto, isso não nos desvia de ter um edifício sede para a freguesia com várias valências, mas como é óbvio, sozinhos não conseguimos". Fernando Ferreira deu o exemplo de outras freguesias, onde as obras são comparticipadas pela Câmara "em 80 por cento". Gondim quer tratamento igual, e as palavras de Fernando Ferreira são claras: "era o que faltava, a Câmara Municipal tem que ajudar obrigatoriamente", exclamou.

E esse tratamento igualitário foi garantido pelo presidente da Câmara da Maia, Bragança Fernandes. "A minha vontade é que as juntas sejam boas, a minha vontade é que o povo tenha centros de dia. Com certeza que iremos fazer parcerias para resolver o problema, se houver problema". Confiante nos resultados do próximo dia 11 de Outubro, Bragança Fernandes adianta ainda que "no próximo ano vamos tomar nota das reivindicações – entre aspas – que o presidente da junta nos fez."

E quem não se preocupa com problemas de financiamento e novas sedes de juntas de freguesia é quem acaba por ganhar: os mais pequenos. Mal foi inaugurada, dezenas de crianças deram uso à nova infra-estrutura do lugar de Porto Bom. Depois dos parques encerrados por falta de condições de segurança, Gondim volta a ter dois espaços para as brincadeiras dos mais novos.