Governo cancelou contrato do que seria o novo Tribunal da Maia

0
241
- Publicidade -

O Governo pretende cancelar ou renegociar contratos de património que estavam projectados pelo anterior executivo e que correspondiam uma despesa total de 594 milhões de euros, conta o jornal Correio da Manhã.

O Ministério da Justiça refere que o Governo vai ao encontro aos compromissos assumidos com a troika.

Entre os contratos cancelados está o aluguer daquele que seria o novo Tribunal da Maia. Com contrato assinado na véspera de o Governo de Passos Coelho tomar posse, o processo foi encaminhado para a Procuradoria-Geral da República. O acordo assinado implicava uma renda mensal de 76 300 euros durante 15 anos.

- Publicidade -