Homem que batia na mãe vigiado por pulseira eletrónica

0
131
pulseira eletrónica

O homem de 33 anos que agredia a mãe ficou proibido de se aproximar da progenitora num raio de 500 metros e sob a medida de coação de termo de identidade e residência.

O homem, do concelho da Maia, tinha sido detido na sexta-feira por violência doméstica.

Ao detido foram aplicadas as medidas de coação de termo de identidade e residência, afastamento da residência, proibição de contactar a ofendida por qualquer meio, proibição de frequentar o local de trabalho e outros frequentados pela vítima, não se podendo aproximar num raio de 500 metros, vigiado por pulseira eletrónica, pelo Tribunal Judicial de Matosinhos.

O homem agredia a mãe, de 68 anos, com bofetadas e empurrões, chegando mesmo a ameaçar de morte. Segundo comunicado da GNR, o homem não tem qualquer ocupação profissional, reside em casa da vítima e depende economicamente da mãe.