Jogo ilícito detectado em Gueifães

3
132

O proprietário de um café na freguesia de Gueifães foi constituído arguido na passada sexta-feira, indiciado por exploração de jogo ilícito. É apenas um dos cerca de 90 arguidos constituídos no âmbito de uma mega-operação de combate ao jogo ilegal, que se estendeu por outros concelhos do distrito do Porto, mas também de Braga e Aveiro. Envolveu cerca de 250 elementos, entre Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE), PSP, GNR e serviço de Inspecção de Jogos do Turismo de Portugal, I.P. que tem, entre as suas missões, o combate ao jogo ilícito.

As fiscalizações tiveram como alvo cafés onde funcionavam jogos dissimulados, em computadores com ligação à Internet, abrindo a porta a diversos jogos. Mas também através de máquinas de berlindes, de brindes e até de simples pastilhas elásticas Em cerca de uma centena de estabelecimentos foram apreendidas, aproximadamente, 140 máquinas de fortuna-azar, sendo que cinco resultaram da operação desencadeada no estabelecimento de Gueifães.

PRIMEIRA MÃO sabe que os elementos da PSP da Maia foram chamados no próprio dia para colaborar na operação, por suspeitas de jogo ilícito num café da freguesia, uma das três que está sob a alçada desta esquadra. Segundo fonte policial, o proprietário ter-se-á mostrado “um pouco alterado” quando confrontado com a operação, acabando por colaborar com os agentes, disponibilizando-se para a abertura das máquinas, de forma a ser possível contar o dinheiro. A atitude mudou assim que percebeu que eram muitos mais os alvos, embora tenha sido o único na área de intervenção desta quadra, não se tendo verificado qualquer acção policial também na área de intervenção da PSP de Águas Santas (Águas Santas, Milheirós e Pedrouços).

Neste mesmo café, a PSP da Maia apreendeu cinco máquinas, com aspecto de simples computadores mas ligados a um sistema de moedeiro, por suspeita de jogo ilegal, mas sem que estivesse alguém a jogar nessa altura.

Marta Costa

3 COMENTÁRIOS

  1. Gostava de saber porque poeem na foto bolas de criança levando a uma impressao errada quando o que foi apreendido foi computadores de internet quando ainda nem sabem se teem jogo de furtuna ou azar.voces so querem informar mal ou bem!que trabalha com maquinas legais e soa todos metidos no mesmo saco para voces orgaes de informaçao que se” lixe”.

  2. Acontece, caro leitor, que a fiscalização também incidiu sobre a legalidade de máquinas de brindes, como a notícia refere.

Comments are closed.