Lançado concurso para passeios e ciclovias

0
140

A Câmara da Maia lançou, a 23 de dezembro, um concurso no valor de sete milhões de euros para implementação de vias de circulação suaves, nomeadamente ciclovias e passeios, de acordo com um anúncio publicado em Diário da República (DR).

Na publicação em DR lê-se que em causa está a “melhoria das condições de coexistência dos modos suaves” através da “requalificação do espaço pedonal e ciclável” nas freguesias Cidade da Maia e Castelo da Maia.

O concurso, orçado em cerca de sete milhões de euros, é fruto de uma candidatura ao PEDU – Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, no âmbito do Norte2020.

De acordo notícia divulgada pela agência Lusa, em causa está o projeto do “Modos Suaves” que, só no núcleo urbano da cidade da Maia, prevê a intervenção em 14 arruamentos.

“O projeto prevê a beneficiação e alargamento de passeios existentes, a execução de novos passeios e a implantação de ciclovias, melhorando significativamente a circulação pedonal no núcleo da cidade, eliminando barreiras arquitetónicas e pontos de conflito entre os diferentes modos de mobilidade, nomeadamente, o pedonal e o ciclável”, indica informação enviada pela Câmara da Maia.

O objetivo é “dar condições e prioridade à mobilidade suave, nomeadamente, a pedonal, em detrimento do modo de circulação motorizado, contribuindo para a diminuição da emissão de gases nocivos para a atmosfera, designadamente de dióxido de carbono (CO2), indo ao encontro das metas definidas no acordo de Paris no âmbito das alterações climáticas”.

A autarquia maiata avançou que a medida será alargada a mais territórios da Maia, nomeadamente a Águas Santas.