Lipor reforça separação multimaterial

0
79

Os maiatos também contribuíram para o aumento da quantidade de materiais separados e enviados para reciclagem na área de intervenção da Lipor. No ano passado, a subida foi de sete por cento (%), revelou na quarta-feira o Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto.

Fizeram-no através da recolha selectiva porta-a-porta (que abrange cerca de 50 mil habitantes), dos 3565 ecopontos e dos 21 ecocentros disponíveis nos oito municípios associados: Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde. A complementá-los está o Centro de Triagem e as plataformas de apoio.

Uma nota do Departamento de Educação, Comunicação e Relações Institucionais da Lipor revela que a quantidade de resíduos encaminhados para reciclagem aumentou em todo o tipo de fracções, em relação a 2008. Nas embalagens plásticas e metálicas, o aumento foi superior a 15%, seguindo-se o papel e o cartão (+5,83%) e o vidro (+3,25%). Diz a Lipor que estes números “representam claramente uma evolução da participação dos cidadãs na reciclagem multimaterial e são fruto do forte investimento e da aposta que a Lipor e os municípios associados têm desenvolvido, com vista a maximizar e incrementar a quantidade de materiais a enviar para reciclagem”.

Exactamente com o intuito de reforçar a separação multimaterial de resíduos, a Lipor lançou recentemente uma campanha de sensibilização e comunicação dirigida aos cidadãos dos municípios seus associados. Destaque para um road-show recorrendo a um camião-exposição por onde passaram cerca de 12 mil e 300 visitantes, entre crianças e adultos. Na visita interactiva ali proporcionada tiveram oportunidade de reforçar os conhecimentos sobre a reciclagem.

Marta Costa