Maia acolhe a Chama da Solidariedade

0
160

A Maia adere sexta-feira à Chama da Solidariedade, uma iniciativa de âmbito nacional, promovida pela União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social do Porto, que decorre desde o dia 19 e termina a 28 de Setembro.

O projecto consiste no transporte de uma chama, semelhante ao facho olímpico, que envolve a sociedade civil e seus parceiros.

O objectivo central deste evento é a promoção da Festa da Solidariedade que, este ano, decorrerá em Barcelos. A chama atravessou já os distritos de Lisboa, Santarém, Leiria, Coimbra, Aveiro, encontrando-se agora no Porto e seguindo o distrito do Braga.

Em Braga, a equipa distrital encarregada de dinamizar a “Chama da Solidariedade” na passagem pelos concelhos, constituída por representantes de Vila Nova de Famalicão, Braga e Barcelos, ajustou o percurso da “Chama” entre Famalicão e Braga, onde será realizada uma festa nocturna.

Na Maia, na sexta-feira, entre as 9h00 e as 13h00, na Praça Dr. José Vieira de Carvalho, além do acender de uma réplica da Chama da Solidariedade, vão decorrer diversas actividades, entre as quais salto de pára-quedista, hastear de bandeiras, entoação do Hino Nacional, largada de pombos e de 1200 balões, actuação do Conservatório de Música da Maia e insufláveis, entre outras actividades de animação.