Maia adere às “Redes para o desenvolvimento”

0
898

A Maia vai aderir ao projecto “Redes para o desenvolvimento: da geminação a uma cooperação mais eficiente”, promovido pelo Instituo Marquês Valle Flor e que conta com a participação de diversas autarquias portuguesas e alemãs e, ainda, do Fundo Galego para a Cooperação e Solidariedade.

O vereador das Relações Internacionais da Câmara Municipal da Maia, Paulo Ramalho, assinala que a participação neste projecto “prende-se, essencialmente, com a atenção que a Câmara Municipal presta à estratégia de internacionalização do Município e, designadamente, às acções de cooperação, que pretendemos sejam cada vez mais qualificadas”. Esta participação permitirá ao município aceder a uma importante rede internacional, “o que para além da partilha de experiências e conhecimentos, aportará uma vasta formação aos nossos técnicos”.

Este projecto, financiado pela Comissão Europeia, tem como objectivos gerais a promoção de sinergias entre projectos de Cooperação para o Desenvolvimento como estratégia eficaz para a redução da pobreza e para o alcance das metas dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, bem como a “promoção de novos canais de comunicação entre autoridades locais a nível nacional e internacional, contribuindo para a Boa Governação a nível local”. O projecto tem ainda como objectivo específico,” o reforço do papel das autoridades locais portuguesas e alemãs enquanto agentes activos de Cooperação para o desenvolvimento”.

Este projecto foi apresentado em Loures, na passada terça-feira, perante representantes dos municípios de Cascais, Oeiras, Amadora, Odivelas, Palmela, Setúbal, Marinha Grande, Moita, Miranda do Corvo, Seixal, Loures e Maia, bem como de representantes do Instituto Valle Flor, do Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento e da Representação da Comissão Europeia em Portugal.
“A afirmação da Maia como um município competitivo e de referência, terá necessariamente que se concretizar, nos dias hoje, na rede internacional, pelo que a participação neste tipo de projectos, aporta sempre contributos relevantes para a promoção da marca Maia e da sua notoriedade”, salientou o autarca.

Na próxima semana, Paulo Ramalho irá participar, em Pontevedra, Galiza, num seminário sobre internacionalização e cooperação, em que será apresentada a experiência da Maia nesta matéria. É um evento organizado pelo Fundo Galego para a Cooperação e Solidariedade. Está para breve, ainda, a formalização de um protocolo de geminação com a cidade de Larnaca, no Chipre.