Maia adere à campanha “Plante uma Árvore”

0
137

A Maia foi um dos municípios a responder afirmativamente ao desafio “Plante uma Árvore” lançado pela representação da Comissão Europeia em Portugal, em parceria com a Autoridade Florestal Nacional e a Associação Nacional de Municípios Portugueses. O objectivo era plantar 10 mil árvores.

Na Maia, não foi plantada apenas uma árvore. Na terça-feira, o Parque do Novo Rumo foi invadido por centenas de crianças e idosos que, entre outras actividades, assistiram à plantação de 11 árvores, Castanheiros da Índia e Carvalhos. A acção estava inserida na Semana da Floresta que pretende assinalar o Dia Mundial da Floresta e o Ano Internacional da Biodiversidade.

Nas escolas primárias e jardins-de-infância, foram também entregues milhares de sementes de árvores para serem plantadas pelos alunos, como acontece todos os anos. Ao todo, foram disponibilizadas 14 500 sementes. “Temos de dar o exemplo. Plantamos milhares de árvores desde que eu estou na câmara municipal. Algumas secam, outras são destruídas pelas pessoas, mas continuamos a plantar. Hoje, temos um concelho bonito e com qualidade de vida. É importante termos um espaço verde como este no centro da cidade”, sublinhou Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia.

Para além da plantação das árvores, as cerca de duas centenas de alunos das escolas EB 1 do Gestalinho e Maia Sede, e EB 2, 3 da Maia, preencheram a tarde com várias actividades. Nomeadamente, ateliers ambientais; construção de ninhos para colocar nas árvores do parque; reutilização e sementeiras. Os utentes dos centros de dia de Crestins e Santa Maria de Avioso, tiveram a oportunidade de conhecer este novo espaço verde e de experimentar alguns dos equipamentos do parque geriátrico.

Ainda no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Floresta, que se assinala a 21 de Março, anunciando a chegada da Primavera, foram promovidas visitas ao Horto Municipal da Maia. Amanhã e Domingo, vão ser oferecidas árvores autóctones aos visitantes e distribuídos folhetos informativos. O objectivo destas actividades é “sensibilizar as pessoas para as questões da protecção do ambiente e da biodiversidade”, referiu Marta Moreira, coordenadora do sector de Educação Ambiental.

Esta é apenas uma das muitas acções que o Departamento de Educação Ambiental promove ao longo do ano, nas escolas e no Complexo de Educação Ambiental da Quinta da Gruta.

Fernanda Alves