Maia: Jardins do Sobreiro

0
340
Foto: PSP
- Publicidade -

Bairro Jardins do Sobreiro, na Maia, viveu o dia em festa.

O bairro, agora designado Jardins do Sobreiro, no centro da Maia, esteve em festa este sábado, celebrando a renovação do espaço público, jardins e edificado que se irá prolongar por mais dois anos. Organizada pelo Centro Comunitário Vermoim Sobreiro, a festa prolongou-se ao longo do dia, com música, oficinas e atividades desportivas.

A festa decorreu no âmbito do Urbaniza-te, um projeto de intervenção social dirigido à prevenção e segurança de proximidade, que resulta do Contrato Local de Segurança assinado entre o Ministério da Administração Interna, o município da Maia e a Misericórdia da Maia, contando ainda com a cooperação de muitos parceiros locais.

O secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, fez questão de estar presente, tendo saudado a população do Sobreiro pela transformação a que se assiste no bairro.

“Este Contrato Local de Segurança é um exemplo de sucesso”, afirmou o governante.

Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal da Maia sublinhou que “esta nova realidade urbana que aqui desponta, contribui, igualmente, para que a segurança local saia reforçada, precisamente porque o sentimento de pertença identitária vai certamente promover a responsabilidade cívica de cada um: cuidar e defender o que é público, porque é de todos”.

António Silva Tiago expressou a sua “profunda convicção de que, se as sociedades forem capazes de proporcionar às pessoas, condições para que tenham uma vida digna, individual e socialmente realizada, e que as integrem em espaços cuidados que afastem o seu isolamento ou fechamento em guetos de marginalização, o resultado será aquele a que hoje aqui já assistimos: pessoas e famílias felizes e orgulhosas do lugar onde moram, os Jardins do Sobreiro!”

Recorde-se que neste empreendimento habitacional, a Câmara Municipal tem vindo a realizar obras de fundo na sua requalificação, “melhorando as condições de conforto e comodidade de quem cá vive, intervindo ao nível do melhoramento do isolamento térmico, acústico e impermeabilização das fachadas”.

Mas não se fica pelos edifícios, disse Silva Tiago, a revolução em curso está patente também “ao nível da paisagem urbana, com artérias mais amplas que abriram este lugar à cidade e, principalmente, com mais e melhores espaços verdes, com percursos pedonais e cicláveis, para que as famílias possam usufruir dos benefícios de caminhar ou pedalar ao ar livre e, naturalmente, de conviver socialmente com os seus vizinhos”.

No que respeita à segurança, já existe, segundo o autarca, um sentimento de “confiança”, que será robustecida, “quando tivermos um equipamento público que tornará esta comunidade local, efetivamente ainda mais segura, no momento em que se instalar aqui, a Divisão da Polícia de Segurança Pública da Maia”.

 

 

- Publicidade -