Maia lança pacote de 12 medidas de combate à pandemia no valor de 640 mil euros

0
313
centro rastreio móvel Maia_imagem CMM

 
O Município da Maia lança um conjunto de 12 medidas de combate à pandemia e apoio à Saúde Pública e às estruturas residenciais.

Além do Centro de Rastreio Móvel Covid-19 Maia, já em funcionamento, a Maia promove três centros de testes rápidos e a criação de um banco de horas de auxiliares de ação direta para acorrer às necessidades das IPSS.

As 12 medidas são tomadas em articulação com a ARS Norte, o ACES Maia/Valongo, a Saúde Pública Local e o Instituto de Segurança Social, na sequência do agravamento da situação epidémica e terão um custo de 640 mil euros.

O município da Maia vai colocar em prontidão uma estrutura de retaguarda, de âmbito municipal ou outro, para eventual necessidade de alojamento de pessoas em isolamento profilático ou em situação de infeção confirmada da doença Covid-19 que, face à avaliação clínica, não determine a necessidade de internamento hospitalar, contando para tal com a reserva de uma unidade hoteleira com 45 camas, em regime de refeições.

Vai ser igualmente aberta uma Área Dedicada aos Doentes Respiratórios (ADDR), nas instalações da desativada Escola do Príncipe da Beira, resultante de um acordo com a ARS Norte, e prestado o apoio logístico com meios humanos e técnicos para o alargamento temporário da Unidade de Saúde Pública da Cidade da Maia.

Dos três centros de testes rápidos de antigénios para o SARS-CoV-2, que em l5 minutos permite saber se estão ou não infetados com o novo coronavírus, um destina-se à população em geral e resulta de um protocolo com a Cruz Vermelha Portuguesa, e dois ficam à disposição das empresas.

A Câmara Municipal da Maia vai ainda alargar aos sete dias da semana a Linha Verde Institucional Covid-19, instalar uma central de atendimento gratuita para utentes das Unidades de Saúde Familiar do concelho, disponibilizar à Saúde Pública técnicos para o rastreio epidemiológico, viaturas e técnicos para as Equipas de Intervenção Rápida, e garantir o transporte de pessoas das estruturas residenciais para a estrutura de retaguarda.

O Município vai ainda promover campanhas de sensibilização sobre boas práticas de saúde pública destinadas a todos os cidadãos.

As 12 medidas de combate à pandemia foram ontem aprovadas em reunião de Câmara, numa proposta conjunta do presidente da autarquia e dos vereadores com os pelouros da Saúde e da Proteção Civil.