Maia no Caminho de Santiago

0
169

A Maia faz parte da primeira etapa da peregrinação do “Caminho Português” de Santiago de Compostela. Já amanhã, dia 8 de Maio. A iniciativa, que consiste na visita e conhecimento deste percurso, é da responsabilidade do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galiza – Norte de Portugal, que junta a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e a Xunta de Galicia. Mas envolve ainda a Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal, o Turismo da Galiza e a Organização do Xacbeo 2010.

Durante os meses de Maio, Junho e Julho, e ao longo de 13 etapas, a peregrinação passará ainda pelos concelhos de Matosinhos, Porto, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Barcelos, Ponte de Lima, Paredes de Coura e Valença do Minho, no âmbito das comemorações do Xacobeo 2010. Mas também com passagens pelo território galego, fazendo a travessia do Rio Minho por barco, junto à ponte velha que liga Valença a Tui. Será durante a nona etapa do percurso, marcada para 26 de Junho.

O arranque acontece amanhã, na Praça Carlos Alberto, no Porto, onde vão estar o presidente da câmara da invicta, Rui Rio, o presidente da Xunta de Galicia, Alberto Nuñez Feijóo, e o presidente da CCDR-N, Carlos Lage. Para esta primeira etapa, está já prevista a participação de cerca de 150 peregrinos. Partem para a estrada assim que forem 10h00 para percorrer nove quilómetros (kms) até ao Mosteiro de Leça do Balio, com visita ao local. Daqui partem às 15h00 em direcção à Maia, mais precisamente, ao Mosteiro de Moreira, a Igreja Conventual de São Salvador, na distância de mais 5 kms. Vão passar pela Rua Joaquim Ferreira da Costa, Rua do Chantre, Avenida João Paulo II, Rua do Souto e da Igreja, Rua Padre José Pinheiro Duarte, Rua do Outeiro, Rua Conselheiro Costa Aroso e Alameda Padre Alcindo Moreira.

Será também na Maia a partida para a segunda etapa do percurso, no dia 15 de Maio. Exactamente no Mosteiro de Moreira. Nessa semana, o percurso será de 14 kms, até Vilarinho – Macieira, já no concelho de Vila do Conde.

Com chegada a Santiago de Compostela a 31 de Julho, a peregrinação visa “a promoção do caminho de Santiago pela rota tradicional central do lado português e a sensibilização pública para o seu importante valor histórico, patrimonial e paisagístico”, lê-se numa nota de imprensa da CCDR-N.

Marta Costa