Maia no combate à leucemia

0
168

“Medula: A Fábrica da Vida – Painéis de Azulejos” é o tema da exposição patente, até 28 de Janeiro, na Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos, no Porto.

São 99 painéis que participaram no Concurso de Painéis de Azulejos, promovido pelo Centro de Histocompatibilidade do Norte (CHN), no âmbito do 25º aniversário do organismo dependente do Ministério da Saúde.

Mas foram 101 os painéis concorrentes, a que se juntaram 154 projectos. A adesão superou as expectativas do centro, com uma iniciativa que, segundo a directora Helena Alves, pretendia despertar a consciência cívica dos mais novos.

Ouça as declarações de Helena Alves:

[audio:CHN_HELENA.mp3]

A este desafio respondeu, por exemplo, a Escola EB 2,3 de Gueifães:

…. e também a Escola Secundária da Maia:

O painel vencedor, intitulado “vinca”, foi realizado pela Escola Secundária e do 3º Ciclo do Ensino Básico de Tondela. Em segundo lugar ficou o painel “P’avida”, apresentado a concurso pela Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso.

Com este concurso, o CHN espera dinamizar o banco de dadores de medula óssea, apesar de Portugal estar já em destaque a nível europeu. E com a região Norte a dar um contributo especial, sublinha a directora do centro.

Ouça as declarações de Helena Alves:

[audio:DADORES_MEDULA.mp3]

Podem inscrever-se como dadores os cidadãos saudáveis, com idades entre os 18 e os 45 de anos. Mas as pessoas são retiradas do banco como dadores efectivos aos 55 anos. Daí a necessidade de dinamizar as inscrições.

Marta Costa

(Notícia a desenvolver na edição desta semana de Primeira Mão)