Maia será incluída no Estado de Emergência

0
791
covid19 1500x864
coronavírus covid19

A Maia é um dos 121 concelhos, a exemplo de praticamente toda a região Norte, que vão receber o estatuto de estado de Emergência no que diz respeito à pandemia Covid19.

Mais restrições e o dever cívico de ficar em casa são algumas das normas para os próximos tempos.

Assim, a partir de dia 4 de novembro, Portugal passa a ter de cumprir um conjunto de novas medidas para travar a progressão da Covid-19, que está a pressionar os hospitais.

Segundo o primeiro-ministro António Costa, os restaurantes não poderão ter mesas com mais de seis pessoas e o seu horário de fecho passa a ser as 22h30.

Os estabelecimentos comerciais terão de fechar, na generalidade, às 22h00.

Também nestes territórios – que representam 70% da população residente -, ficam proibidas as feiras e os mercados de levante.
Os eventos e celebrações ficam limitados a cinco pessoas, exceto nos casos em que os participantes pertencem ao mesmo agregado familiar.

As celebrações religiosas e os espetáculos continuam a ser permitidos, seguindo as regras da Direção-Geral da Saúde.

O Estado de Emergência deverá ser anunciado depois da reunião de António Costa com Marcelo Rebelo de Sousa, esta segunda-feira. O Presidente ainda deverá ouvir os partidos políticos.