Maia vai combater a toxicodependência

0
165

Esta tarde, na Maia, foram assinados os protocolos de parceria dos projectos aprovados pelo Instituto Droga e Toxicodependência para os Territórios “Bairro Sobreiro” e Vila do Castêlo, no âmbito do Programa Operacional Respostas Integradas (PORI).

Os intervenientes serão o núcleo da Maia da Cruz Vermelha Portuguesa, a Santa Casa da Misericórdia da Maia, a Câmara Municipal da Maia e outros vários parceiros do concelho.

Os projectos aprovados vão responder a três grandes áreas lacunares: a prevenção, a redução de riscos e minimização de danos e a reinserção.

Já foram detectadas as problemáticas, assim como encontradas as respostas a aplicar, adianta o director do CRI Porto Ocidental, em representação do Instituto da Droga e da Toxicodependência, António Roque.

Ouça as declarações de António Roque [audio:antonioroque.mp3]

O Sobreiro e o Castelo são as duas áreas prioritárias, mas António Roque admite a existência de outras áreas do concelho onde seja necessário intervir.

IFM

Notícia a desenvolver na edição de Primeira Mão de 26 de Dezembro.