Mais de 16 mil compostores implementados na área da Lipor

0
190
foto Patrícia Stanton
- Publicidade -

A LIPOR e os seus municípios associados, como é o caso da Maia, estão a progredir muito favoravelmente na implementação da compostagem, tendo sido ultrapassada a barreira dos 16 mil compostores instalados.

“A LIPOR e seus Municípios Associados apelaram, o cidadão respondeu proativamente e a compostagem é já muito expressiva!”, refere a entidade intermunicipal.

Fazer circular a ideia da compostagem é o mote e a atitude é muito simples: recolhendo e juntando os restos de preparação de alimentos e/ou aparas de jardim/hortas, permite tratar localmente 400 kg/compostor/ano e produzir um corretivo orgânico 100% natural e caseiro. 
 
De acordo com a LIPOR este ano já foi ultrapassada a barreira dos 16 mil compostores instalados. “Um claro sinal da resposta do cidadão às vantagens da compostagem caseira. Neste período, 6 435 t de biorresíduos foram compostados localmente, evitando a emissão de cerca de 1 351 t de CO2eq, que correspondem, em termos práticos, a cerca de 19 mil viagens ida e volta, de avião, entre Porto e Lisboa.”
 
Se gostaria de fazer parte desta rede e também ter um compostor, ou se tem uma empresa e gostaria de oferecer este equipamento aos seus colaboradores, de forma gratuita, pode fazer a inscrição em: https://www.lipor.pt/pt/sensibilizar/compostagem-caseira-e-comunitaria/inscricoes-compostagem-caseira/

Recordamos que recentemente foi instalado no centro da Maia o primeiro compostor comunitário da LIPOR e que funciona no bairro Jardins do Sobreiro como projeto piloto.

O compostor comunitário tem cinco compartimentos, que vão albergando as diferentes fases de formação do fertilizante natural ao longo de cerca de 5 meses, num processo que será gerido pelos “mestres de compostagem” voluntários das duas hortas sociais nos Jardins do Sobreiro.

- Publicidade -