Matosinhos: réplica da Anémona em conclusão em fábrica na Maia

0
210
foto CM Matosinhos
- Publicidade -

“Se não houver nenhum imprevisto”, a réplica da “Anémona” deverá voltar ao seu lugar – a Praça Cidade S. Salvador – já no próximo mês.

A degradação ao longo dos anos motivou diversas reparações. A estrutura foi desmontada em finais de outubro do ano passado e tem estado a ser reparada, na Maia (freguesia de Milheirós), pela empresa Lankhorst Euronete Portugal.

O vice-presidente e vereador da Câmara Municipal de Matosinhos visitou ontem a fábrica onde decorrem os trabalhos de execução da réplica da rede da escultura “She Changes”, da autoria da norte-americana Janet Echelman.

Instalada em finais de 2004, a “Anémona” pretendeu assinalar a importância da atividade piscatória no concelho. Todavia, com o tempo, tornou-se a imagem de marca da cidade, sendo o monumento mais fotografado de Matosinhos.

O vice-presidente da Câmara de Matosinhos, Fernando Rocha, quis acompanhar os trabalhos de finalização da nova peça que deverá pesar 1,5 toneladas e deslocou-se às instalações.

Além da execução da nova rede, toda a estrutura está a ser requalificada, incluindo a iluminação.

Fernando Rocha recorda que esta escultura “tem um prazo de validade” e, como tal, “daqui a uns anos iremos ter de voltar aqui para fazer uma nova”. Acima de tudo, o mais importante é que a Anémona – hoje, um verdadeiro “símbolo de Matosinhos e de Portugal” – esteja bem cuidada como “património”.

Relativamente à rede velha que foi retirada, o vice-presidente da autarquia adianta que será reaproveitada e que estão a ser estudadas possibilidades de reutilização, nomeadamente em porta-chaves.

- Publicidade -