Melhorar as secções de Águas Santas e Nogueira

0
220

Os sócios da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia (AHBVMM) vão a votos em Fevereiro do próximo ano, para escolher os órgãos sociais para os próximos dois anos. O presidente da direcção, António Freitas, já manifestou a vontade de continuar. Uma vontade associada ao crescimento da corporação, que vai implicando a resposta a novas necessidades.

Para além da intervenção projectada, e em curso, António Freitas vai elencando outros projectos que gostava de ver concretizados. É disso exemplo a intenção de fechar a zona exterior de estacionamento das viaturas. Já lá foi colocada uma cobertura, mas o desejo é pôr também uns portões para abrigar, devidamente, os carros. A este propósito, admite que poderá vir também a ser necessário “prolongar os abrigos dos carros na parte posterior, porque a frota está a crescer”.

Depois do quartel principal, em Moreira da Maia, as atenções devem voltar-se para as secções, dotando-as de material e de viaturas. A de Nogueira, António Freitas reconhece que “está muito bem”, mas a de Águas Santas precisa de algumas melhorias. Ou até uma ampliação:

[audio:BOMB_SECCOES.mp3]

Quando se fala em descentralizar o trabalho da corporação, impõe-se ainda falar do desejado Posto Avançado dos Bombeiros de Moreira, junto ao novo Posto Territorial da GNR da Maia, no Castelo. E da vontade de se instalarem também no Aeródromo de Vilar de Luz, em Folgosa da Maia.

Com estes dois postos avançados, admite o presidente da direcção da AHBVMM, “ficamos com o concelho perfeitamente coberto e a fazer jus à dinâmica e à projecção que esta casa já tem e que, se calhar, no futuro irá ser ainda melhor”.

Marta Costa