Menor da Maia foi abusada por três rapazes agora acusados pelo Ministério Público

0
205
- Publicidade -

 

O Ministério Público do Porto deduziu acusação no caso de uma adolescente que foi abusada sexualmente por três homens entre setembro de 2018 e janeiro de 2019 e que acabou por engravidar.

Dois dos arguidos forçaram a menina, agora com 15 anos, a sexo, “filmando mesmo o sucedido”. Na altura, em setembro de 2018, a criança tinha 12 anos.

Até janeiro de 2019, os dois e um terceiro arguido mantiveram várias outras vezes relações sexuais com a menina, que veio a engravidar.

Segundo a acusação do MP, divulgada pelo JN, um dos agressores é familiar da mãe da menor e terá sido ele e o amigo, residente da Maia, a forçar pela primeira vez a menor a ter relações, e a gravar o sucedido.

Terá sido o próprio familiar quem ameaçou a vítima de que divulgaria o vídeo na Internet caso ela recusasse novas abordagens sexuais. Foi um terceiro agressor, agora futebolista, que acabou por engravidar a jovem.
Estão acusados de violação, pornografia de menores e abuso sexual de crianças.

- Publicidade -