Movimento de patrulha ao recreio em escola da Maia é elogiado por governante

0
55

A secretária de Estado Adjunta da Educação, Alexandra Leitão, elogiou esta quarta-feira de manhã, na comissão parlamentar de Educação, os pais de alunos de uma escola da Maia por se terem envolvido na vigilância do recreio.

Interpelado pela deputada do BE Joana Mortágua sobre o caso da escola EB1/JI do Lidador, na Maia, onde pais e avós criaram o “Movimento Patrulha Recreio”, contra situações repetidas de ‘bullying’, Alexandra Leitão sublinhou que o problema não reside na falta de assistentes operacionais mas em “características específicas” da escola que foi “atalhada de maneira muito boa, envolvendo os pais de forma pedagógica”.

Cansados de casos repetidos de ‘bullying’, nomeadamente a alunos do pré-escolar, pais e avós criaram um movimento para ajudarem na vigilância dos intervalos.

Segundo alguns pais contaram ao Jornal de Notícias, os encarregados de educação de várias crianças que têm passado por agressões resolveram unir esforços e criaram o “Movimento Patrulha Recreio”. Todos os intervalos, e do lado de fora do portão, são os pais e os avós que se organizam para zelar pela segurança das crianças.

Sendo uma escola de 1.º ciclo, a tutela dos funcionários e seu reforço cabe à Câmara e não ao Ministério. A autarquia garante que a escola tem mais assistentes operacionais do que os previstos na portaria de rácios.