Município da Maia reforça medidas de contingência

0
1472
António Silva Tiago, presidente da Câmara da Maia

O presidente da Câmara da Maia emitiu um comunicado ao final da tarde do dia 15 de março, com vista ao reforço de medidas do Plano de Contingência relativo ao contágio do novo corona vírus, que passamos a divulgar:

«Tendo em conta a pandemia em curso e com o objetivo de minorar os seus efeitos no Município da Maia, decidi, enquanto Presidente da Câmara, adotar as seguintes medidas adicionais ao Plano de Contingência em vigor desde 10 de março.

Todos os edifícios municipais e do universo municipal encontram-se encerrados ao público.

Estão suspensas todas as licenças de esplanadas, devendo as mesmas serem desmontadas.

Os parques infantis, jardins e parques urbanos são igualmente encerrados.

Está suspenso o pagamento de estacionamento à superfície, nas zonas urbanas enquadradas por parquímetros.

Os refeitórios das escolas-sede dos agrupamentos continuarão a servir refeições aos alunos subsidiados e os inscritos nos Centros de Apoio à Aprendizagem. Essas escolas estão disponíveis para acolher os filhos dos profissionais dos serviços essenciais (saúde, proteção civil, forças de segurança e socorro), com as medidas de proteção devidamente salvaguardadas.

Todos os contatos com os serviços do município deverão ser preferencialmente pelo e-mail geral@cm-maia.pt ou pelos e-mails de atendimento disponíveis nas páginas web das empresas municipais e SMEAS.

Apesar das medidas de contingência referidas anteriormente, a Câmara Municipal e todas as entidades que integram o seu universo, continua, obviamente, a assegurar todos os serviços essenciais, tais como: Proteção Civil, Polícia Municipal, abastecimento de água e tratamento de águas residuais e recolha de resíduos

A população deverá cumprir rigorosamente todas as recomendações das autoridades de saúde e policiais, mantendo-se em casa, deslocando-se apenas por razões imperativas, evitando espaços confinados e com aglomeração de pessoas.

Se as circunstâncias impuserem a necessidade de adoção de medidas mais restritivas, as mesmas serão comunicadas oportunamente. Os munícipes deverão, regularmente, consultar a página web do Município (www.maia-cm.pt), meio preferencial de comunicação pública, ou a página oficial no Facebook.

Só com a colaboração coletiva, elevado sentido cívico e inteligência é que Portugal ultrapassará a presente crise sanitária. Estou absolutamente convencido que os Munícipes Maiatos estarão à altura das responsabilidades cívicas que lhes são exigidas.

António Silva Tiago

Presidente da Câmara Municipal da Maia»