Nogueira celebrou Europa

0
27

A escola EB 2,3 Levante da Maia, em Nogueira da Maia, preparou um programa de actividades para comemorar o dia da Europa, que se celebrou na passada sexta-feira, dia 14 de Maio. As comemorações incluíram o hastear das bandeiras da União Europeia e de Portugal, a apresentação de trabalhos dos alunos da escola e uma representação teatral.

O ponto alto das celebrações correu com uma palestra intitulada “25 Anos de Portugal na União Europeia”, que teve como orador Leonardo Costa, director adjunto da Escola de Economia e Gestão da Universidade Católica do Porto.

O professor universitário salientou a importância de dar a conhecer a Europa aos mais jovens: “No mundo em que se vive hoje uma país já não pode viver sozinho. A União Europeia é um espaço especial nisso até porque há ganhos para os países. É muito importante falar nisto aos mais novos porque está nas mãos deles fazer mais pela União Europeia. Os próprios europeus sabem pouco uns sobre os outros e se soubessem mais, talvez conseguissem funcionar mais como equipa”, referiu Leonardo Coelho.

O coordenador do departamento de ciências sociais e humanas da escola, António Inácio, afirmou que no objectivo da iniciativa “é sensibilizar e informar os alunos para a questão da Europa”, algo que, segundo António Inácio, ainda precisa ser melhorado: “Por uma lado eles até estão informados, através do que lhes chega pelos órgãos de comunicação social. Mas por outro lado, dá a ideia que a Europa é um pouco longínqua, o que não lhes permite ter proximidade que os tornaria mais vinculados a essa questão. Dai a importância destas iniciativas”.

Filipa Pessoa, aluna do 9º ano da escola, disse “ser importante este tipo de iniciativas para que possamos conhecer melhor as fases porque Portugal passou”. Rita Carvalho afirma que “aqui ensinam-nos a parte geográfica e estas palestras ajudam-nos a perceber melhor as culturas europeias”, enquanto Isabel Barbosa disse “ser importante para perceber os problemas e situações que o mundo continua a sofrer”.
As festividades terminaram na passada terça-feira, dia 18, com um concerto didáctico da Banda Militar do Norte, com 70 executantes e dirigida pelo tenente Alexandre Coelho.

André Cordeiro