Notícias afastam potenciais dadores

0
172

Não fossem as notícias e talvez os dadores tivessem respondido em maior número. Não fosse o hábito dos portugueses se ficarem pelos títulos dessas notícias, sem lerem o desenvolvimento, e talvez tivessem sido mais. Falamos da última colheita de sangue promovida em Gueifães pelo Didasan – Dinamizadores para a Dádiva de Sangue da Paróquia de Gueifães, nos dias 17 e 18 de Junho. A adesão ficou aquém do desejado e das colheitas anteriores. Compareceram apenas 162 pessoas.

Apesar de considerar o número “positivo”, o Didasan emitiu um comunicado intitulado “notícias erradas, menos dadores”, admitindo que na origem da menor adesão esteja a notícia que apontava para o desperdício de grandes quantidades de sangue, a propósito do Dia Internacional do Dador do Sangue. Isto, na capa de um jornal, quando no interior se especificava que o que estava em causa era apenas o plasma, uma das cinco componentes do sangue, e que “não está a ser aproveitado na sua totalidade”, explicou o coordenador, Aires Oliveira:

[audio:14_julho_menos_dadores.mp3]

O coordenador, Aires Oliveira, admite que as pessoas possam ter sido induzidas em erro e pensarem: “se . Ainda assim, “apareceram muitos dadores, não crendo que a notícia fosse verdadeira. Mas foram menos 24 por cento do que na colheita de Junho do ano passado, com um dos dias marcado pela greve dos enfermeiros, que “também desmotivou muita gente”. Apesar de se terem inscrito previamente, não compareceram à colheita. Este ano, acabaram por ser 162 as pessoas que passaram por Gueifães naquela sexta-feira e sábado, admitindo a coordenação que 15 a 20 fossem estreantes nas colheitas ou apenas estreantes neste local, onde Aires Oliveira garante que existem “todas as condições como se fosse a um centro regional, a um hospital ou a um instituto”.

Quanto ao formato dos dois dias, é para continuar, considerando o grupo que “comprova o ‘caminho correcto’ que o Didasan está a traçar”, lê-se no comunicado. Será assim novamente em Gueifães, na Cripta da Paróquia, nos dias 21 e 22 de Outubro. Na sexta-feira, entre as 16h00 e as 19h30 e, no sábado, das 9h00 às 12h30. Antes disso, no dia 8 do mesmo mês, o Didasan promove uma colheita na Casa Paroquial de Folgosa, entre as 9h00 e as 13h30. Já no dia 25 de Outubro, os dinamizadores para a dádiva de sangue esperam por dadores na Escola Secundária de Águas Santas, entre as 16h00 e as 19h30.

Marta Costa