Novos pacemakers no Pedro Hispano

0
190

O Hospital Pedro Hispano (HPH) em Matosinhos já está a instalar pacemakers de segunda geração com tecnologia digital. Estes novos aparelhos vão permitir aos doentes realizar ressonâncias magnéticas que não eram possíveis com dispositivos mais antigos. A unidade de saúde matosinhense iniciou assim a colocação de pacemakers de segunda geração com tecnologia digital e com um algoritmo capaz de fazer a monitorização contínua de insuficiência cardíaca.

Para a directora do Serviço de Cardiologia do HPH, Filomena Monteiro, em primeiro lugar está o doente cardíaco, que agora pode submeter-se a exames de ressonância magnética com a máxima liberdade.

[audio:http://www.primeiramao.pt/site/wp-content/uploads/2010/09/filomena_monteiro_pacemaker.mp3|titles=filomena_monteiro_pacemaker]

Estima-se que 50 a 75 por cento dos portadores de pacemakers venham a precisar de uma ressonância magnética ao longo da vida. Este exame é um dos principais meios de diagnóstico de doenças oncológicas e neurológicas.

Pedro Póvoas