Obras na A3, entre Maia e Santo Tirso, começam na próxima semana

0
188

A Brisa – Auto-Estradas de Portugal anunciou hoje, quinta-feira, que vai alargar de duas para três faixas de rodagem o sublanço da A3 Maia-Santo Tirso. As obras começam na próxima semana.
A empreitada vai custar 42 milhões de euros, totalmente suportados pela empresa gestora da via. Os trabalhos envolvem um troço de cerca de 12,5 quilómetros e a empreitada, que deve terminar em Março de 2012, será concretizada em duas fases, sendo o objectivo principal da Brisa “melhorar as condições de circulação naquelas zonas o que trará benefícios significativos para os automobilistas, ao nível da melhoria da qualidade de serviço e da segurança”.

A obra de alargamento é uma obrigação contratual da concessionária, dado que o tráfego atinge os 35 mil veículos por dia. Preparando o futuro, a empresa salienta que deixará já este troço da A3 preparado para um futuro alargamento para quatro vias em ambos os sentidos. É que a empresa aponta para os 60 mil veículos/dia a circular neste troço no prazo de sete anos e quando esse patamar for alcançado terá de alargar a via para quatro faixas para cada lado.

A empresa assegura que as obras serão realizadas de forma a manter utilizáveis duas vias por sentido, embora mais apertadas, estando previsto o corte de vias em horários de tráfego reduzido, ou seja, entre as 21h00 e as 07h00. “A Brisa tem consciência dos incómodos resultantes das obras numa auto-estrada que está aberta à circulação e, por isso, implementa soluções com vista a garantir níveis de segurança e de serviço adequados”, destaca a empresa. Neste sentido haverá vigilância por câmaras, um pronto-socorro sempre preparado e reforçado o policiamento.

A obra prevê a demolição de oito passagens superiores e a construção de novas estruturas.
Serão colocadas novas barreiras acústicas numa extensão de cerca de 2,7 quilómetros e construídos sete muros de suporte de terras.