Obras no Aeroporto do Porto vão demorar mais um ano do que o esperado

0
266
obras no Aeroporto atrasadas
Aeroporto Francisco Sá Carneiro

As obras no Aeroporto Francisco Sá Carneiro vão demorar quase um ano a mais do que estava previsto. A ANA Aeroportos aponta para “início de 2021” a conclusão das obras projetadas para maio de 2020.

As obras no Aeroporto estão orçamentadas em 15 milhões de euros e estavam previstas ser concluídas este ano, mas afinal o fim da intervenção será apenas no início do próximo ano, com os consequentes gastos adicionais e constrangimentos para passageiros e companhias aéreas.

A ANA – Aeroportos de Portugal garantiu ao jornal Observador que, depois da descoberta de uma linha de água não prevista no estudo geotécnico, “as implicações em termos de prazo e preços ainda estão a ser avaliadas, mas uma primeira análise aponta para uma conclusão no início de 2021”.

O estudo geotécnico feito antes do início dos trabalhos não calculou a existência de uma linha de água na frente de obra, numa área de cerca de 500 metros. Assim, terá sido necessário uma pausa pontual na obra no final de julho para se recalcular e precaver futuras complicações. A 12 de agosto, menos de um mês depois, os trabalhos foram retomados.

As obras iniciadas em 2019 servirão para ampliar um ‘taxiway’ – uma via de circulação que faz a ligação entre a pista e a placa de estacionamento – e um túnel a norte da estrutura principal do aeroporto, permitindo reduzir o tempo que os aviões passam na pista e, desta forma, aumentar os movimentos de aterragem e descolagem com aeronaves.

Com um prazo de execução previsto agora para o início de 2021, a obra coordenada pela concessionária Vinci (que detém a empresa ANA Aeroportos de Portugal) promete aumentar de 20 para 32 o número de movimentos por hora com aeronaves, o que corresponde a um acréscimo de 60%.

O aeroporto localizado na Maia teve um aumento de 9,1% de passageiros no primeiro trimestre de 2019, quando comparamos  os números com os do período homólogo de 2018.