Ocorrência de incêndios em Paredes, Felgueiras, Valongo e Santo Tirso

0
131
Incêndio Florestal - imagem DR

Foram registadas mais de 800 ocorrências de incêndios desde o dia 1 de janeiro até dia 9 de agosto pela Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Comando Territorial do Porto. Isto resulta num total de cerca de 1166 hectares de área ardida nos concelhos de Paredes, Felgueiras, Valongo e Santo Tirso.

Em Paredes foram registadas 405 ocorrências e um total de 286,49 hectares de área ardida, em Felgueiras 164 ocorrências e um total de 147,89 hectares de área ardida, em Valongo 150 ocorrências e um total de 266,19 hectares de área ardida e em Santo Tirso registaram-se 88 ocorrências e um total de 465,37 hectares ardidos.

Os incêndios registados no ano passado encontram origem maioritariamente na execução de trabalhos de gestão de combustível, queimadas e queimas de sobrantes.

Para atenuar esta realidade, a GNR, juntamente com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) continuará a dirigir-se perto da população, especialmente das autarquias, dos produtores florestais, das escolas e dos agricultores para promover ações de consciencialização e prevenção sobre o uso do fogo em queimadas, a limpeza e remoção de matos, a manutenção das faixas de gestão de combustível e a adoção de medidas de proteção dos aglomerados e de autoproteção, no âmbito dos Programas Aldeia Segura e Pessoas Seguras.

A GNR recomenda ainda que sejam evitados comportamentos que constituam riscos para os espaços florestais e agrícolas e no caso de incêndio pede para que se ligue imediatamente para o 112, referindo de forma simples e precisa a localização, a dimensão estimada do fogo e a forma de acesso mais rápida para chegar ao local.