Operação Férias Ambientais na Páscoa para aprender a brincar

0
309
Férias ambientais
- Publicidade -

O Complexo de Educação Ambiental da Quinta da Gruta foi invadido durante uma semana por um grupo de 21 crianças e jovens entre os 6 e os 14 anos. Foi na 7ª edição da Operação Férias Ambientais, programa de ocupação dos tempos livres nas férias da Páscoa, promovido pelo Departamento de Ambiente, Planeamento e Gestão Urbana do município.

A reportagem do Maia Primeira Mão acompanhou de perto um ateliê de fotografia em que os mais novos ficaram a conhecer melhor a evolução dos equipamentos fotográficos, mas também experimentaram algumas técnicas de fotografar, devidamente acompanhados pelo fotógrafo profissional, Pedro Monteiro.

Ao fazerem imagens junto dos animais e plantas da Quinta da Gruta, as crianças aprendiam também os nomes de diferentes plantas ou caraterísticas de comportamento e alimentação dos animais.

A brincar…

A temática ambiental esteve, de resto, na base da preparação do programa ativo deste grupo. Marta Moreira, coordenadora do Complexo de Educação Ambiental da Quinta da Gruta, esclarece que “o objetivo principal é que as crianças saiam daqui com uma aprendizagem acrescida relativamente às várias temáticas ambientais”. Na elaboração da semana, a autarquia teve em conta o objetivo de despertar o gosto pela proteção da natureza, pela biodiversidade e atividades ao ar livre.

De forma lúdica e, com “uma vertente muito prática”, é levada a efeito a sensibilização ambiental, explicou Marta Moreira, “dado que no ensino regular já lhes são fornecidos conhecimentos teóricos”.

Os participantes realizaram diversas visitas a museus, percursos pedestres, não esquecendo os ateliês práticos e teóricos. Acompanhados por cinco monitores, as 21 crianças integraram as oficinas Foguetões, Planadores e Aviões, e A Ciência na Cozinha, ainda os ateliês de Pizza Saudável e Bolachas Aromáticas, de Fotografia, bem como visitas à cidade do Porto.

O grupo ainda fez caminhadas e teve tempo para praticar exercício nas Piscinas de Gueifães, perfazendo uma semana de enriquecimento cultural e de contacto mais próximo com a Natureza.

Acima de tudo, as crianças e jovens divertiram-se com brincadeiras de grupo e cultivaram novas amizades, o que “contribuiu para um enriquecimento pessoal assinalável”, sublinhou Marta Moreira.

- Publicidade -