Os Verdes querem fim dos congestionamentos no Nó de Águas Santas

0
331

O Partido Os Verdes quer saber se o Governo tem planos para acabar com os problemas de congestionamento de trânsito no troço da auto-estrada entre Porto e Ermesinde.

O troço é tido como um dos mais congestionados do país, com um grande volume de tráfego e, nas horas de ponta, longas filas que constantemente se formam nos quilómetros que antecedem a saída para Ermesinde e o próprio túnel de Águas Santas.

Recentemente o tema foi alvo de uma informação do Diário de Notícias. Em causa o facto do nó da A3 e A4, em Águas Santas, sentido Porto / Ermesinde, sofrer grandes condicionalismos em dias de chuva, “ficando uma das vias cortada por uma alegada obra, que não é visível”. “A Brisa e a Ascendi, concessionárias desta estrada, não assumem a correcção do problema, com milhares de veículos que entram diariamente na A4 através do nó de Águas Santas”, salientando o jornal que em dias de chuva uma das duas vias do acesso à A4 é fechada ao tráfego. No local a sinalização indica que a estrada está em obras, que não são visíveis. Aliás, nem só em dias de chuva a via é cortada à circulação.

Os Verdes lembram que a obra de prolongamento deste troço de auto-estrada já remonta ao ano de 2006, “sendo previsível que nem a Brisa nem a Ascendi pretendam efectuar obras de correcção na via”.
Por isso, o deputado José Luís Ferreira pediu ao Governo esclarecimentos sobre a realização de qualquer tipo de obra no nó de Águas Santas e de quando data a última intervenção aí realizada. O deputado pretende ainda saber se existe ou está a decorrer algum estudo para solucionar a questão do condicionamento em dias de chuva e da possibilidade de uma intervenção no nó da A3 com a A4.

José Luís Ferreira quer ainda saber se o ministério da Economia e Emprego tem dados sobre o número de acidentes ocorridos no troço de auto-estrada que liga o Porto a Ermesinde.