Pedófilo volta a morar junto a menor abusada

0
319
- Publicidade -

Pedófilo condenado a pena suspensa de dois anos volta a viver na mesma rua da sua vítima, numa freguesia da Maia (Folgosa).

O Correio da Manhã noticia que o pedófilo foi condenado, no Tribunal de Matosinhos, a dois anos de pena suspensa e colocado em liberdade, depois de ter estado em prisão preventiva. Voltou a morar na mesma rua onde vive a família da menina de seis anos que atacou sexualmente.

O caso deu-se em junho do ano passado, quando o predador sexual de 46 anos foi apanhado em flagrante a abusar de uma menor debaixo do vão de umas escadas de um café, na freguesia de Folgosa (conforme noticiou o Primeira Mão).

Além da condenação que vai cumprir em liberdade, o homem terá ainda que pagar uma indemnização de cinco mil euros à menor – quantia que apenas poderá movimentar quando completar 18 anos.
O ataque ocorreu no dia 18 de junho, quando a menina se deslocou com a avó, um tio de 10 anos e um primo de dois a um café perto de casa. As três crianças estavam a brincar num pátio do estabelecimento quando surgiu o predador.

“Anda para aqui que quero mostrar-te uma coisa”, disse o homem à menor. A vítima acedeu e foi quando este lhe baixou as calças e fez-lhe sexo oral. Acabou por ser surpreendido pelo tio da menina, que alertou a avó e os restantes clientes do café.

O pedófilo foi espancado pelos populares e manietado até à chegada da GNR. Mais tarde, em tribunal, o arguido, que é analfabeto, confessou integralmente o crime. Disse ainda que bebeu seis bagaços e que tinha dificuldades em recordar-se do que aconteceu. Ao coletivo de juízas “mostrou remorso sincero” e pediu desculpas pelo sucedido.

- Publicidade -