Petição pela gestão autónoma do Aeroporto

0
197
- Publicidade -

Mais de 2200 pessoas já subscreveram a petição que está a circular na Internet “Por Uma Gestão Autónoma do Aeroporto do Porto”. Disponível no endereço , com acesso a partir do site da Área Metropolitana do Porto, é dirigida ao Primeiro-ministro, José Sócrates, e visa “solicitar a autonomização da gestão do Aeroporto Francisco Sá Carneiro”.

A petição resulta de uma iniciativa da Federação Académica do Porto , mas cujo debate foi lançado pela Junta Metropolitana do Porto. Entretanto, juntaram-se ao movimento associações empresariais e industriais, como a Associação Empresarial de Portugal, a Associação Comercial do Porto, a Associação Industrial do Minho e a Associação Industrial do Distrito de Aveiro. E ainda “os principais autarcas do Norte, todos eles reclamando uma gestão autónoma do Aeroporto do Porto, com base em estudos técnicos”. Entre esses estudos está o da Faculdade de Economia do Porto.

Os peticionários defendem que “a privatização da ANA não deve, em qualquer circunstância, entregar os aeroportos portugueses a um monopólio privado que, seguramente, faria depender o futuro do Aeroporto do Porto das decisões de gestão do novo Aeroporto de Lisboa, tal vai ser o montante de investimento que essa nova infra-estrutura irá absorver”.

Muitos foram já os que se reviram neste argumento, assinando a petição que até vai circulando por diversos endereços de e-mail. E se a maioria se limita a subscrever, há também os que aproveitam para tecer comentários que, de certo modo, justificam a sua opinião. Há quem fale na gestão autónoma do Aeroporto Francisco Sá Carneiro como “uma medida de equidade” e quem acrescente que”um País moderno e mais desenvolvido não pode viver em função de uma região rica mas antes de uma lógica Nacional solidária e descentralizada”.

Marta Costa

- Publicidade -