Pobreza na região Norte atenuou face a 1999

0
91

 

O Norte, assim como a Madeira e os Açores, são as três regiões do país com valores mais elevados da taxa de risco de pobreza. São as conclusões a que se pode chegar através do inquérito elaborado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), às despesas das famílias 2005/06 e que foi divulgado esta terça-feira.

No entanto, o inquérito mostra também que a pobreza e a exclusão social atenuou face a 1999, devido aos rendimentos não monetários. Em 2005, esses rendimentos representaram 19,2 por cento do rendimento.

O estudo foi desenvolvido a partir de uma amostra de 10 403 famílias retiradas de uma base de alojamentos familiares usada pelo INE para a realização de inquéritos às famílias. A análise sobre a pobreza parte de um limiar convencionado pela Comissão Europeia (60 por cento do rendimento que divide a população em duas partes iguais), abaixo do qual se considera que uma família está em risco de cair na pobreza.

Isabel Fernandes Moreira

(Notícia desenvolvida na edição desta semana de Primeira Mão)