Porta65 começa com terceira fase

1
154

A terceira fase do programa de apoio ao arrendamento jovem Porta65 arranca hoje, depois das novas regras terem permitido quase triplicar na segunda fase o número de candidaturas apoiadas.

Depois de críticas e protestos de toda a oposição, o Governo acabou por aumentar os tectos máximos das rendas a apoiar, que nalguns casos subiram mais de 80 por cento, e a taxa de esforço (peso da renda no rendimento mensal).

1 COMENTÁRIO

  1. É tudo tretas muito honestamente.

    Para a pessoa ter direito tem de ter rendimentos mt grandes do ano anterior.

    Uma pessoa que tenha rendimentos do ano anterior, baixos, nao pode este ano ter ajuda de arrendamento jovem.

    Ora, eu, no meu caso, ate podia ter tido o ano passado rendimentos altissimos e na altura que requeria o arrendamento estar desempregada, que nem sequer recibo de vencimento nem ordenador pedem!

    Sera que “eles”nao sabem que a vida das pessoas muda de um ano para o outro… É um absurdo eu ter uma estabilidade profissional e por no inicio do ano passado ter estado 3 meses no fundo-desemprego nao ter rendimentos suficientes para poder candidatar. Agora pergunto afinal que ajudas sao estas para os jovens se tornarem independentes?

    Com €300 de renda e ordenado de €600.

    Tudo porque o que interessa é o IRS bruto 2007 dividido por 14 e multiplicado por 60 por cento de taxa de esforço…..

    Gostaria de perguntar ao Sr. Primeiro Ministro o que faria com €300 para se alimentar e pagar as despesas de agua, luz, gas??

    E reunem conselho para aprovar isto!?

Comments are closed.