Presidente d’O Lar do Comércio retira (re)candidatura

0
244
imagem SIC

O atual presidente da Direção d’O Lar do Comércio publicou um comunicado na portaria da instituição em que dá conta que retira a lista por si encabeçada e que havia apresentado para as eleições de 18 de dezembro para escolher os novos corpos sociais.

José Fernando Moura, o atual presidente d’O Lar do Comércio explica nesse comunicado que havia apresentado uma lista a 11 de novembro, numa altura em que não havia ainda qualquer alternativa ao ato eleitoral, numa atitude de responsabilidade, no sentido de evitar que a instituição fosse deixada “ao acaso”.

A verdade é que, como apareceu uma outra lista há dias, encabeçada pelo antigo vice-presidente, António Manuel Bessa, como noticiámos em 20 de novembro, o atual líder da Direção resolveu deixar cair a sua candidatura, afirmando-se “cansado”.

No comunicado, José Fernando Moura afirma: “O desgaste físico, psicológico e emocional deste ano foi enorme para esta Direção. Os riscos e perigos da pandemia são enormes. Não é tempo de disputas eleitorais”.

No final, Moura afirma ainda: “Partimos muito cansados, mas satisfeitos com o trabalho feito durante quase três décadas e desejamos aos que nos sucedem muito boa sorte e força para continuar a obra que lhes é legada”.

A candidatura de António Manuel Bessa, que passa agora a lista única, já considerou que esta decisão do atual presidente da Direção da instituição é “lógica”, acrescentando que “não havia condições para apresentar uma lista (encabeçada por si) face aos casos tornados públicos nos últimos meses”.
O candidato à Direção apela ainda “à mobilização de todos os associados para, mesmo em tempo de pandemia, se dirigirem às urnas. Um número elevado de votantes é sinónimo de vivacidade numa instituição”.