Programa que envolve alunos da Maia ganha prémio AGIR

0
345

O programa “Apps for Good” do CDI Portugal, uma Organização Não Governamental de inclusão e inovação social e digital, foi o vencedor da sexta edição do prémio AGIR da REN, este ano dedicado à promoção do sucesso escolar e ao combate ao abandono escolar.

O programa desafia alunos a criar aplicações tecnológicas para smartphones ou tablets e produtos IoT (Internet of Things), que façam a diferença e transformem as comunidades onde se inserem.

É de salientar que há alunos da Maia que estão diretamente envolvidos em projetos através deste programa “Apps for Good”, designadamente estudantes da Escola Básica e Secundária do Levante e do Agrupamento de escolas Gonçalo Mendes da Maia.
Em apenas cinco anos, a iniciativa, reconhecida pela Direção Geral da Educação, já chegou a 323 escolas em Portugal, a mais de 800 professores e de 9.500 alunos, tendo sido desenvolvidas mais de 1000 soluções tecnológicas.

De acordo com dados do próprio programa, o impacto na motivação e confiança dos alunos envolvidos é evidente: 96% revelam maior motivação para aprender, 79% aumentaram os níveis de confiança e 77% sentem-se mais criativos.

No “Apps for Good”, os alunos são desafiados a usar todo o potencial das novas tecnologias.  Trabalham em equipa para encontrar problemas sociais que estejam ligados aos seus interesses ou áreas em comum, experienciando a totalidade do ciclo de desenvolvimento do produto: desde a criação da ideia à escolha do modelo de negócio e marketing. Enquanto programa educativo e tecnológico, a iniciativa apresenta como principais fatores de inovação a introdução nas escolas de um modelo inovador de ensino-aprendizagem, com uma forma inovadora de lecionar tecnologia e criar uma ponte entre as escolas e o mercado de trabalho.

Os alunos da Maia têm participado em projetos deste programa com evidente sucesso. Recordamos que em setembro do ano passado, alunos da Escola do Levante da Maia ficaram entre os primeiros lugares – da linha do ensino básico – no concurso que o “Apps for Good” realizou para premiar as melhores ideias apresentadas, tendo alcançado um 1º e um 3º lugar.

Tal como demos conta na altura, a 1ª App distinguida foi a ‘Must Be Green’ – app para encontrar empresas para limpeza de terrenos – enquanto em 3º lugar ficou a ‘Only Heal’ – aplicação que estabelece ligação entre utentes e farmacêuticos.
Além do “Apps for Good”, foi ainda distinguido pelo Prémio AGIR, da REN, uma coletividade do Porto – Associação Juvenil Transformers – pelo programa “Escolas de Superpoderes”, com o segundo lugar.

A cerimónia de entrega do Prémio Agir decorreu dia 11, no auditório da REN, em Ermesinde, A próxima edição do Prémio Agir será subordinada ao tema a Integração Profissional de Pessoas Vulneráveis.